Saúde 19 de out, 2021

Dor no meio das costas: quais as causas e como evitar?

Você sente dor no meio das costas com frequência? O incômodo é muito comum e pode representar desde hérnia de disco e lesões musculares até doenças no estômago e pequenas fraturas, sabia? No entanto, o problema quase sempre se relaciona à má postura.

Então, na maioria dos casos, é fácil diminuir a dor apenas com alguns hábitos, incluindo maiores cuidados com a ergonomia. Se o incômodo persistir, porém, é essencial procurar atendimento médico para investigar as causas e fazer o tratamento correto. Continue a leitura para conhecer as principais causas da dor no meio das costas, as ações que podem ajudar a preveni-la e saber quando procurar um médico!

Principais causas da dor no meio das costas

Devido à localização desse incômodo, ele quase sempre se relaciona a problemas na coluna torácica, constituída por 12 vértebras. No entanto, algumas enfermidades nos pulmões e no estômago também levam à dor no meio das costas. Veja só as principais causas desse sintoma!

Má postura

Como dito, a má postura é a grande vilã da coluna torácica. Ela é mais comum entre as pessoas que passam muito tempo sentadas e com as costas curvadas. Essa posição leva a uma sobrecarga nos músculos e ligamentos da região, o que resulta em dor frequente, sobretudo após longos períodos mantendo a postura inadequada.

Hérnia de disco

A hérnia de disco é uma das consequências da má postura no longo prazo, mas também pode ser causada ao carregar objetos muito pesados sem cuidados com a pressão na coluna. Trata-se de uma alteração nos discos que se localizam entre as vértebras. Pode gerar dores fortes, formigamento e sensação de queimação que irradia para os braços.

Lesão muscular

Outra causa comum da dor no meio das costas é a existência de uma ou mais lesões musculares na região da coluna. Essas lesões podem acontecer ao pegar objetos muito pesados de forma inadequada. Elas são mais comuns entre pessoas que fazem treinos com levantamento de peso, mas podem acontecer até mesmo em casa.

Osteoartrite

A osteoartrite, por sua vez, é uma doença que causa a degradação contínua das cartilagens que envolvem as vértebras da coluna. Com o tempo, os ossos começam a raspar uns nos outros, levando ao aparecimento da dor, que pode se tornar progressivamente mais forte.

Problemas no pulmão ou no estômago

Se você costuma sentir dor no meio das costas, saiba que o incômodo também se relaciona a problemas no pulmão ou no estômago. Isso porque doenças que acometem esses órgãos, como infecções e úlceras, podem gerar uma dor que irradia para as costas, normalmente acompanhada de outros sintomas, como:
  • falta de ar e tosse persistente, no caso do pulmão;
  • queimação na garganta, azia e vômitos, no caso do estômago.

Pequenas fraturas

Por fim, embora seja mais raro, pequenas fraturas na coluna podem não ser percebidas de imediato. Assim, em vez de gerarem uma dor intensa logo após um trauma, como quedas e pancadas, podem surgir aos poucos e aumentar ao longo dos dias. Fraturas nessa região também causam sintomas como formigamento nos braços.

Hábitos e ações que podem diminuir a dor

Agora que você conhece as principais causas da dor no meio das costas, saiba que é possível eliminar o problema ou ao menos reduzir o desconforto com algumas ações cotidianas. Afinal, como você viu, muitas vezes os incômodos na região da coluna são associados à má postura ou à sobrecarga. Anote aí alguns bons hábitos para adotar a partir de hoje!

Praticar atividades físicas

Assim como a alimentação saudável, os exercícios físicos estão sempre entre as melhores práticas para evitar quaisquer problemas de saúde. Eles são excelentes para fortalecer a musculatura da região, tornando-a menos suscetível a lesões e outros problemas.

Manter a postura correta e movimentar-se regularmente

Para quem precisa ficar muito tempo sentado, é fundamental cuidar para manter as costas em boa postura, dando preferência a cadeiras ergonômicas. Outra dica é movimentar-se regularmente. Para cada 1 hora na posição sentada, é bom ficar cerca de 10 minutos em pé.

Não carregar peso em excesso

Sempre que possível, evite sobrecarregar a coluna ao carregar muito peso. Se for preciso pegar algum objeto pesado do chão, cuide para manter uma posição correta e levantar gradualmente.

Adquirir um bom colchão

Um colchão que oferece boa sustentação ao corpo pode poupar muita dor nas costas. Por isso, se for possível, invista em um ortopédico.

Dormir em uma boa posição

A melhor posição para o sono de qualidade é dormir sobre o lado esquerdo, com um travesseiro do tamanho ideal para que a cabeça fique alinhada à coluna e, de preferência, com outro travesseiro entre os joelhos.

A importância do acompanhamento médico

Caso as dores não diminuam com a adoção de bons hábitos ou, ainda, sejam associadas a outros sintomas, é muito importante procurar um médico para descobrir as verdadeiras causas. Alguns problemas, como a hérnia de disco, podem piorar bastante se não forem rapidamente tratados. O médico especialista nessa região é o ortopedista. Durante a consulta, o profissional fará uma avaliação dos aspectos físicos e solicitará exames, como radiografias e ressonâncias, para elaborar o diagnóstico. Muitos problemas na coluna podem ser tratados apenas com:
  • exercícios físicos;
  • fisioterapia;
  • reeducação postural (RPG);
  • analgésicos ou anti-inflamatórios.
Casos mais graves podem ser encaminhados para outros especialistas, como o reumatologista e o neurocirurgião, quando há problemas na coluna relacionados à compressão nervosa e com indicação para cirurgia. Para todos esses casos, o primeiro passo é marcar uma consulta. Por isso, não deixe de fazer o Cartão de TODOS para consultas e exames por um preço muito acessível! Além disso, busque atendimento imediato caso haja dor no meio das costas associada à sensação de aperto no peito, dificuldade para caminhar e dificuldade significativa para respirar. Esses são sinais de infarto e devem ser avaliados com urgência. Com esta leitura, você já conhece as principais causas da dor no meio das costas. Muitos dos problemas podem ser evitados com bons hábitos, além de exercícios físicos. Porém, não hesite em procurar um médico para investigar melhor esse sintoma e receber as orientações adequadas. Aproveite que está aprendendo mais sobre a sua saúde e descubra também quando é necessário procurar um especialista dos rins!

Cartão de TODOS

Redator

Cartão de TODOS e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Olá! Como podemos ajudar?