Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

Prevenção 21 de agosto de 2020

Como não engordar durante a quarentena

Em razão da pandemia, a mudança repentina na rotina fez com que diversas áreas da vida se transformassem e um dos fatores que tem preocupado muita gente é o ganho de peso. O fato de ficarmos mais tempo em casa, e sem interação com outras pessoas, acaba entediando e provocando ansiedade, o que faz com […]

Em razão da pandemia, a mudança repentina na rotina fez com que diversas áreas da vida se transformassem e um dos fatores que tem preocupado muita gente é o ganho de peso.

O fato de ficarmos mais tempo em casa, e sem interação com outras pessoas, acaba entediando e provocando ansiedade, o que faz com as pessoas tendam a assaltar a geladeira mais vezes ao dia e, como resultado, sintam a diferença de peso na balança.

A seguir, a profissional de nutrição Melyssa Guimarães, nutricionista da clínica AmorSaúde de Goiânia, Norte e Noroeste (GO), responde as principais dúvidas sobre como manter o peso na quarentena de forma segura e saudável.

 

1. BlogdeTODOS: Como manter uma rotina alimentar envolvendo toda a família na quarentena?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Alguns hábitos adquiridos na infância nos acompanham na vida adulta. É muito importante criar uma alimentação saudável para toda a família. Vivemos em uma rotina corrida, escola dos filhos, trabalho, compromissos. Muitas vezes é complicado conciliar e optamos por fast food e alimentos processados que acarretam males que nos acompanham ao longo da vida. Para conseguirmos manter uma rotina alimentar que envolve toda a família, podemos tomar algumas atitudes que fazem a diferença como cortar alimentos processados no dia a dia, tais como sopas em pacotes, salgados, pizzas, bolachas recheadas, salgadinhos, refrigerante, molhos, macarrão instantâneo e sorvetes.

 

2. BlogdeTODOS: Como se organizar com as refeições para não cair em tentação?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Uma atitude eficiente é preparar a própria comida, como aprender a fazer sorvetes caseiros com a fruta da época, preparo de pães e molhos mais naturais. Existem uma lista de receitas saudáveis que a internet ensina. Cozinhar também é uma terapia. Outra dica é planejar sua alimentação, escolha um dia para o preparo e congele em pequenas porções, assim evitamos o estresse e também a cair em tentação. Com conhecimento, planejamento, boa vontade e criatividade, a rotina fica prática e mais leve.


3. BlogdeTODOS: Quais os tipos de alimentos que devemos priorizar em casa para não ganhar uns quilinhos a mais?

Melyssa Guimarães, nutricionista: É muito importante buscar uma alimentação diversificada, na qual todos os nutrientes façam parte do nosso dia a dia. Assim, o metabolismo será preservado e nosso corpo poderá produzir tudo aquilo de que precisa para se manter saudável e cheio de energia. Desta forma, os quilinhos a menos serão coadjuvantes neste contexto tão interessante que é a qualidade de vida. Invista em alguns alimentos que irão contribuir para todo o bom desenvolvimento do seu organismo e bem-estar geral:


  • Linhaça
  • Frutas vermelhas (morango, framboesa, amora)
  • Vegetais verdes escuros (espinafre, rúcula, couve)
  • Azeite de oliva
  • Oleaginosas (nozes, castanha do pará, amendoim)
  • Feijão
  • Vegetais crucíferos (couve-flor, couve de Bruxelas, agrião, rabanete, repolho e mostarda)
  • Suco de uva tinto
  • Chia
  • Gergelim
  • Quinoa
  • Batata doce
  • Maçã
  • Arroz integral
  • Limão
  • Alho
  • Ovos
  • Peixes


4. Blog de TODOS. Quando não tiver jeito e for realmente necessário recorrer ao delivery, qual opção de comida podemos escolher sem culpa?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Tente buscar uma opção de delivery saudável, como omeletes com os mais diversos tipos de complementos, carnes grelhadas, saladas, caldos e sopas, panquecas, salpicão, lasanha light, escondidinho com batata doce.


5. Blog de TODOS Quantas vezes por semana devemos sair fora da dieta?

Melyssa Guimarães, nutricionista: A ideia é que seja planejado com antecedência, lgo que você não decida pelo “ calor do momento”. Se você já está próximo do seu objetivo e já vem emagrecendo de maneira consistente, pode ser que uma vez por semana seja uma frequência boa, mas se começou a dieta agora e tem muito peso a perder, o ideal é dar um tempo maior. Tudo depende do objetivo que quer chegar e em quanto tempo.


6. Blog de TODOS. Como voltar a dieta depois de ter enfiado o pé na jaca? Jejum é recomendado?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Sempre volte de onde parou. Siga normalmente o seu plano alimentar, pois nosso organismo se readapta naturalmente. Quanto ao jejum, o faça de forma intuitiva e não forçada. Sentir fome não é saudável.


7. Blog de TODOS. Como evitar compulsão alimentar gerada por ansiedade?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Para quem é ansioso, recomendo se alimentar várias vezes ao dia, preferencialmente alimentos volumosos e com baixas calorias, como por exemplo: frutas, legumes, verduras e carnes magras. A prática regular de atividade física é uma grande aliada para a ansiedade.


8. Blog de TODOS. Como driblar a vontade de comer doces?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Uma boa dica é consumir as frutas bananas e tâmaras, pois ambas apresentam como característica o sabor doce, que podem torná-las boas substitutas do doce proveniente de alimentos com altos níveis de sacarose, o temido açúcar de mesa. A canela também é uma forte aliada, já que auxilia no controle do nível de glicose no sangue. A aveia é um cereal que estimula a saciedade, uma vez que contém fibras. Vale apostar ainda nas oleaginosas, como castanhas, amêndoas, nozes e outras sementes, que são compostas principalmente por gorduras do tipo insaturadas, que além de serem benéficas à saúde cardiovascular, propiciam como as fibras alimentares, tornando o esvaziamento gástrico mais lento e, portanto, menor pico na glicemia. A quantidade depende do plano alimentar de cada um.


9. Blog de TODOS Devemos apostar em chás para desinchar?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Não adianta tomar chá, se a alimentação está desregulada e a ingestão de água é baixa. O que funciona é o conjunto de alimentação equilibrada e hábitos saudáveis em geral. Se estiver fazendo tudo isso, vale apostar em alguns chás que podem auxiliar, como hibisco, cavalinha e chá verde. Lembre-se de procurar um profissional de saúde para ter a orientação correta quanto ao uso.


10. Blog de TODOS Estamos em um momento que não podemos fazer dietas muito restritivas, para não afetar o sistema imunológico. Devemos evitar, portanto, dietas mais radicais como a low carb?

Melyssa Guimarães, nutricionista: Nenhuma dieta muito restritiva é recomendada. É muito importante procurar um profissional de nutrição para analisar o seu estilo de vida e indicar um plano alimentar que melhor se enquadre ao seu perfil.

Se precisar de atendimento profissional em nutrição ou em outras especialidades especialidade, por um custo acessível (R$ 28), confira aqui como o Cartão de TODOS pode ajudar você.

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?