Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

Saúde 10 de maio de 2021

Saiba o que é a dieta low carb, como funciona e para quem é indicada

Talvez você já tenha ouvido falar da dieta low carb para emagrecer rápido. Aliás, é comum que algumas estratégias alimentares façam sucesso de tempos em tempos, ficando famosas e ganhando vários adeptos. No entanto, toda decisão nesse sentido precisa ser orientada por um profissional. As escolhas que fazemos todos os dias na hora de comer […]

Talvez você já tenha ouvido falar da dieta low carb para emagrecer rápido. Aliás, é comum que algumas estratégias alimentares façam sucesso de tempos em tempos, ficando famosas e ganhando vários adeptos.

No entanto, toda decisão nesse sentido precisa ser orientada por um profissional. As escolhas que fazemos todos os dias na hora de comer influenciam o funcionamento do nosso organismo, sendo irresponsável aderir dietas da moda sem o mínimo de informação.

Tem interesse em conhecer um pouco mais da dieta low carb? Agora é a hora de tirar as principais dúvidas em relação ao assunto. Confira, a seguir, e aproveite para avaliar o que você acha dessa opção!

O que é a dieta low carb?

O termo “low carb” vem do inglês e significa baixo ou pouco carboidrato. Esse é o grupo de alimento com alta quantidade de açúcares, que, como sabemos, têm muitas calorias. Logo, o principal objetivo da dieta é reduzir a ingestão calórica para gerar a perda de peso.

Em geral, todas as dietas elaboradas por nutricionistas para cumprir essa função apresentam uma redução calórica. Gastar mais e consumir menos é a conta matemática do emagrecimento.

A diferença é que a low carb representa uma grande limitação de carboidratos. Não basta apenas reduzir, mas baixar muito a quantidade desse tipo de nutriente. Estamos falando de cerca de 40% a 5% apenas do que é consumido diariamente. Isso é um valor bem inferior, sendo até considerada uma medida drástica por algumas pessoas.

A razão da restrição é promover um controle eficaz da glicose e da insulina para tentar diminuir os níveis de gordura corporal. Assim, o corpo usa a gordura já estocada e produz menos. Não por acaso, muita gente consegue emagrecer com a dieta low carb, inclusive, de maneira mais rápida que o esperado.

Contudo, é difícil imaginar que esse plano alimentar seja seguido pelo resto da vida, não é mesmo? A proposta costuma ser pautada em alguns dias (em torno de 20, dependendo de cada caso) de forma rigorosa para depois começar a incluir os carboidratos novamente no dia a dia.

Dessa forma, é possível até perder peso, mas se você não seguir uma alimentação saudável, o efeito poderá ser revertido. Então, o indicado é contar com acompanhamento nutricional e praticar atividades físicas. Falando nisso, móveis e acessórios podem ajudar a fazer uma espécie de academia em casa, sabia? Não tem desculpa para não se movimentar.

Como ela funciona e quais alimentos podem ser ingeridos?

A ideia básica é tirar os alimentos ricos em carboidratos e dar prioridade para as fontes de gordura e proteína, ou seja, pães, massas, doces, produtos industrializados e tudo o que tiver alto índice de açúcares precisa ser eliminado.

A porcentagem permitida acaba sendo utilizadas pelos alimentos que têm um pouco de carboidrato na sua composição, o que é normal. Priorizar os carboidratos integrais também é importante, pois eles apresentam mais fibras, vitaminas e minerais do que os refinados.

De qualquer forma, a prioridade deve ser o consumo de:

  • ovos;
  • vegetais;
  • derivados do leite;
  • carnes e frutos do mar;
  • gorduras boas, como azeite, manteiga, oleaginosas etc.

Até as frutas são restritas, porque muitas delas têm um alto índice de carboidrato. A orientação é consumir somente aquelas com baixa glicemia, como morango, limão e melancia.

Outro detalhe importante é cortar o álcool ao máximo, especialmente, bebidas que são cheias de açúcar na composição, como a cerveja. Isso porque o nosso corpo foca no metabolismo do álcool e deixa de lado os outros nutrientes por um tempo.

Por isso, o consumo frequente é prejudicial para uma vida saudável, sobretudo, para quem quer perder peso. A ingestão deve ser esporádica, moderada e dando preferência às bebidas menos calóricas.

Afinal, para quem a dieta low carb é indicada?

Essa é uma grande questão da low carb. Assim como qualquer outra medida restritiva, a dieta tem suas vantagens e desvantagens. Existem pessoas que tiveram ótimos resultados e recomendam esse tipo de dieta, enquanto outras seriam incapazes de seguir um plano tão restritivo.

A princípio, a restrição drástica é capaz de causar sintomas desconfortáveis para alguns. Dores de cabeça, cansaço, falta de concentração e eventuais quedas de pressão estão entre os mais comuns. Até a imunidade baixa pode entrar na lista e desencadear complicações se a alimentação não é equilibrada.

Isso não significa que todo mundo terá algum problema ao iniciar a dieta, mas reduzir tanto os carboidratos pode desregular o funcionamento do organismo.

Até que ele se acostume com a nova alimentação, é preciso atentar aos primeiros dias, o que reforça a importância de ter o suporte de um especialista na área da Nutrição. Quando há um desequilíbrio no consumo dos macronutrientes, como água, carboidratos, proteínas e gorduras, o corpo pode sofrer certos efeitos.

Falando dos pontos positivos, o emagrecimento rápido é um dos maiores benefícios e atrativos. Outra vantagem é que os alimentos permitidos proporcionam saciedade e raramente vão deixar a pessoa com fome o tempo todo. Para completar, temos a redução de triglicerídios, insulina, glicemia e colesterol.

A dieta low carb tem contraindicações?

Vale dizer que essa não é uma dieta indicada para qualquer pessoa. Aliás, o ideal é fazer com acompanhamento de um nutricionista. Algumas das contraindicações são:

  • atletas;
  • crianças ou adolescentes;
  • pacientes com insuficiência renal;
  • mulheres no período da gravidez e amamentação.

A avaliação personalizada é uma etapa fundamental antes de iniciar qualquer tipo de tratamento de saúde. Seguir uma dieta por conta própria é arriscar o seu bem-estar, trazendo muitos prejuízos para a vida de uma pessoa.

Por exemplo, não é difícil encontrar casos de compulsão alimentar que acabam resultando em uma busca desesperada por algum tipo de dieta para emagrecer rápido. A frustração por engordar tende a ser o ponto de partida de tudo isso.

Logo, a pessoa começa a seguir uma conduta restritiva visando perder os quilos que deseja, mas não tem o perfil ideal. Então, pode desenvolver problemas hormonais, psicológicos e outros malefícios para a sua saúde.

Fazer a dieta low carb ou qualquer outra precisa ser uma atitude orientada por um profissional da saúde, preferencialmente, um nutricionista ou nutrólogo. Esse é o caminho mais eficaz para atingir seus objetivos com segurança!

Gostou do assunto? Se você tem interesse nesse tipo de conteúdo, baixe o e-book que preparei com várias dicas de emagrecimento saudável. Afinal, não adianta perder peso e não manter a saúde, concorda? Aproveite o material gratuito!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?