Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

o que fazer com o décimo terceiro
Dúvidas 22 de dezembro de 2021

O que fazer com o décimo terceiro? Veja 7 dicas

Com o fim de ano, chega o aguardado pagamento do décimo terceiro. Esse benefício funciona como um salário extra e é calculado proporcionalmente aos meses trabalhados: se você tem 12 meses de registro, receberá entre novembro e dezembro o valor correspondente a um salário integral. Acontece que, com a entrada a mais na conta, a […]

Com o fim de ano, chega o aguardado pagamento do décimo terceiro. Esse benefício funciona como um salário extra e é calculado proporcionalmente aos meses trabalhados: se você tem 12 meses de registro, receberá entre novembro e dezembro o valor correspondente a um salário integral.

Acontece que, com a entrada a mais na conta, a gente pode ter a impressão de que o dinheiro está sobrando e gastar tudo sem pensar. Afinal, como diz o velho ditado, “dinheiro na mão é vendaval”. Então, é importante planejar o que fazer com o décimo terceiro para que essa receita a mais seja muito bem aproveitada.

Neste post, separamos 7 dicas para usar com inteligência esse dinheiro tão merecido pelo seu bom trabalho. Confira!

1. Quite suas dívidas

Aproveitar o décimo terceiro para começar o novo ano no azul é uma excelente ideia. Se você tem dívidas, não perca a oportunidade de acertá-las o quanto antes. Ter o nome negativado traz muitos prejuízos, como a dificuldade de acesso a crédito e a perda de poder de compra.

Com esse dinheiro extra na mão, você tem a possibilidade de pedir descontos à vista ou negociar acordos melhores para limpar o nome. Quanto mais tempo uma dívida fica em aberto, mais ela acumula juros e você acaba pagando mais caro no longo prazo.

Você pode ir até o site do Serasa para consultar gratuitamente o seu CPF e conferir se há débitos em aberto. Dê preferência por liquidar primeiro aquelas que têm taxas de juros mais altas, como cartão de crédito e cheque especial.

Você não precisa gastar todo o décimo terceiro aqui. Afinal, ninguém é de ferro e você merece aproveitar esse dinheiro de outras formas. Porém, tente usar ao menos uma parte do valor para organizar o orçamento e ter mais tranquilidade nos próximos meses.

Além de usar o décimo terceiro, uma dica para sair do vermelho é usar as soluções do MaisTODOS. Por lá, você pode contratar crédito consignado de forma descomplicada, 100% online e com a menor taxa do mercado

2. Adiante os gastos de início de ano

A chegada do décimo terceiro no fim do ano é muito bem-vinda, pois os meses seguintes são conhecidos por trazerem despesas a mais. É hora de pagar impostos como IPVA e IPTU e, para quem tem filhos, comprar os materiais de escola, renovar matrículas etc.

Então vale a pena usar parte desse dinheiro para adiantar algumas coisas e, assim, não correr o risco de apertar o orçamento familiar. E olha só: muitos impostos recebem descontos da prefeitura se forem pagos com antecedência. Vale a pena se informar e economizar!

3. Poupe um pouco

Se você está livre de dívidas, nada melhor do que aproveitar o décimo terceiro para começar uma reserva de emergência. Essa é uma prática das mais importantes para a saúde financeira, sabia? O ideal é ter guardada uma quantia equivalente a pelo menos três meses de renda.

O famoso “colchão de segurança” é essencial para lidar com imprevistos. E eles acontecem! Um eletrodoméstico que para de funcionar, uma batida no carro, uma bateria de exames de emergência, a perda de uma das fontes de renda da casa, e por aí vai. 

Além disso, ter dinheiro guardado é ótimo para aproveitar as oportunidades: você pode se deparar de repente com um produto que estava precisando por um super desconto. É ótimo ter a possibilidade de comprá-lo sem precisar mexer no orçamento do mês! 

Então, dê o “pontapé inicial” da sua reserva financeira com uma parte do décimo terceiro e, nos meses seguintes, adquira o hábito de guardar um valor por mês assim que receber seu salário, como se fosse uma conta para pagar. 

4. Comece a investir

Quem está com o nome limpo, sem dívidas e com um bom colchão de segurança pode partir para outro passo muito importante: investir. O mundo dos investimentos ainda não é muito popular e pode parecer uma "sopa de letrinhas" para quem não conhece, mas acredite: começar é mais fácil do que você imagina.

A internet está cheia de guias que ajudam iniciantes a descobrirem o seu perfil de investidor e as melhores aplicações para cada caso. O hábito de investir é muito vantajoso, afinal, você vê os seus rendimentos tão suados rendendo um pouco mês a mês. 

5. Dedique-o a você

Agora, se você já destinou uma parte do décimo terceiro para fazer coisas mais “estratégicas”, como as que citamos, não sinta culpa em usar um pouco do valor para investir no seu bem-estar. O lazer e o autocuidado não são luxo, e sim uma necessidade para a nossa qualidade de vida.

Então, que tal conhecer um restaurante diferente, programar uma pequena viagem, comprar um celular novo ou tirar um dia para cuidar do cabelo? Apenas tenha atenção para que esses gastos não se transformem em dívidas, por isso, dê prioridade para os pagamentos à vista e que caibam no seu orçamento.

6. Comemore as festas com responsabilidade

O décimo terceiro também é bem-vindo para comemorar as festas de fim de ano com responsabilidade financeira. Essa é uma época repleta de gastos: presentes, ceia de natal, roupas novas para o réveillon etc. Sem o devido cuidado, você pode comprometer seu orçamento e começar o ano novo no vermelho.

Por isso, utilizar esse dinheiro extra para aproveitar promoções em pagamentos à vista é uma boa ideia. Outra dica é fazer uma lista de tudo o que precisa providenciar para ter uma noção dos gastos e, assim, se planejar melhor. 

7. Faça uma doação

Por fim, uma excelente forma de empregar o décimo terceiro é fazer o bem para outras pessoas. Nós sabemos que a pandemia de Covid-19 afetou a economia e levou muita gente à situação de vulnerabilidade social. Então, se você puder, não deixe de contribuir com doações.

Procure ONGs da sua cidade ou pesquise por campanhas de solidariedade às pessoas em situação de rua. Ainda, nessa época do ano, casas de acolhimento de crianças e adolescentes sempre disponibilizam à população cartinhas ao Papai Noel escritas pelos pequenos. Você pode se responsabilizar por uma delas e garantir a alegria de uma criança com presentes natalinos. 

Agora você já sabe o que fazer com o décimo terceiro para aproveitá-lo bem. Planejar é necessário para que o dinheiro extra não seja usado no dia a dia sem propósito e que, assim, você fique com a impressão de ter desperdiçado. Nada melhor do que começar o ano com o orçamento equilibrado, aproveitar as festas e até ajudar outras pessoas com esse valor.

Gostou deste artigo? Aproveite e leia também este nosso outro post sobre o que é e como colocar a educação financeira em prática!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?