Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

movimento body positive
Saúde 17 de maio de 2022

Conheça o movimento body positive e como aplicar essa mentalidade

Em tempos modernos, celebrar a diversidade e buscar a autoaceitação tornam-se cada vez mais necessários. Nesse contexto, algumas ideias como o movimento body positive destacam-se facilmente. Já ouviu falar desse termo? Ele ganhou bastante força nos últimos anos, principalmente nas redes sociais. No entanto, o conceito de body positive é divulgado desde os anos 1960. […]

Em tempos modernos, celebrar a diversidade e buscar a autoaceitação tornam-se cada vez mais necessários. Nesse contexto, algumas ideias como o movimento body positive destacam-se facilmente.

Já ouviu falar desse termo? Ele ganhou bastante força nos últimos anos, principalmente nas redes sociais. No entanto, o conceito de body positive é divulgado desde os anos 1960. Sabia disso?

Então, que tal ouvir falar um pouco mais sobre esse movimento tão importante e saber a importância de propagá-lo entre as próximas gerações? Acompanhe este post e saiba como ter mais qualidade de vida!

O que é o movimento body positive?

O termo “body positive” vem do inglês e significa “corpo positivo” na tradução literal. Na prática, relaciona-se à busca pelo respeito, pela aceitação e pelo amor ao próprio corpo.

Trata-se de um movimento cujo objetivo é lembrar que existem corpos diversos e todos eles devem ser aceitos como são, assim como essas belezas diversas devem ser reconhecidas, independentemente de gênero, biotipo, etnia, tipo de cabelo, entre várias outras características físicas.

O conceito, inclusive, é muito pregado entre mulheres plus size, tornando-se um símbolo de conscientização em torno do estigma criado sobre o corpo gordo e a sua relação com a saúde. Essa associação acontece, principalmente, por conta da origem do termo.

O body positive surgiu com um protesto contra o preconceito em torno do corpo gordo. Esse movimento luta desde 1967 contra ideias que são prejudiciais à saúde, como dietas malucas, discriminações e padrões corporais promovidos pela mídia.

Ao longo dos anos, o conceito se tornou cada vez mais popular, a ponto de gerar uma ONG chamada The Body Positive. Atualmente, é uma ideia cada vez mais comentada nas redes sociais e que ajuda diversas pessoas a reconhecerem o valor e a beleza do próprio corpo.

Por que esse movimento é saudável?

Toda a cultura construída em volta da indústria da moda e da beleza fez com que homens e mulheres crescessem em busca de um padrão praticamente inalcançável de aparência.

Sabe aquela ideia de ser "magra(o) demais para ser gorda(o) e gorda(o) demais para ser magra(o)"? Esse é só um exemplo de como os padrões construídos faziam com que as pessoas se sentissem sempre deslocadas e insatisfeitas com o próprio corpo.

Não é à toa que uma série de transtornos alimentares e de imagem se intensificaram por conta disso, por exemplo:

  • anorexia — perda excessiva de peso e obsessão pela magreza;
  • bulimia — vômitos forçados e compulsivos para evitar o ganho de peso;
  • ortorexia — preocupação exagerada e obsessiva por uma vida saudável, a fim de se manter em forma;
  • baixa autoestima;
  • várias outras desordens que surgem a partir da pressão de atingir um corpo idealmente perfeito divulgado pelos meios de comunicação, como revistas, televisão, publicações nas redes sociais etc.

Lutar contra esse padrão de pensamento dá a liberdade para que as pessoas entendam como todos os corpos são bonitos e devem ser aceitos. Isso estimula o autocuidado e o alívio da pressão por alcançar a aparência perfeita.

Como aplicar esse movimento em casa?

O principal convite do body positive é que essa ideia seja passada de geração em geração, a fim de ter jovens com mais saúde mental e física, que buscam o autocuidado acima dos padrões de beleza.

Por esse motivo, praticar esse movimento dentro de casa é essencial. Assim, é possível transmitir todo o conceito por meio do exemplo, além de desfrutar também da paz interior que é se aceitar e estar feliz com a própria aparência.

Quer saber como aplicar o movimento body positive no dia a dia? Veja algumas dicas a seguir!

Evite comparações

Boa parte das insatisfações com a aparência vêm da comparação com as outras pessoas. Achar que o nariz do colega é menor, o cabelo é mais bonito, o corpo é mais sarado, entre vários outros tipos de comparações, faz com que microviolências sejam criadas dentro de você.

Isso pode afetar consideravelmente a sua autoestima, impedindo que você reconheça também sua própria beleza. Sendo assim, que tal começar a apreciar o que você acha belo nos outros sem deixar de fazer isso consigo também?

Reflita sobre as suas qualidades

Outro exercício importante é começar a identificar seus pontos fortes e se orgulhar deles. Para isso, refletir sobre suas qualidades é um passo importante. Dessa forma, você passa a encontrar as características de que mais gosta em si e valorizá-las ainda mais.

Diga não ao discurso de ódio

Emitir a própria opinião sem ofender aqueles que pensam diferente de você não é uma tarefa fácil, principalmente nas redes sociais, em meio à cultura do cancelamento. No entanto, é importante aprender a se negar a reproduzir discursos de ódio.

Ao mesmo tempo, torna-se fundamental denunciar discriminações contra você ou outras pessoas, sempre que se deparar com esse tipo de situação. Lembre-se de que ações preconceituosas podem ser consideradas crime e geram processos aos agressores, evitando que esse comportamento se repita. 

Siga pessoas com essa mentalidade

Que tipo de conteúdo passa na página inicial das suas redes sociais? Essa é uma pergunta importante para saber quais ideias estão influenciando você. Saiba que não há problema nenhum em se inspirar em pessoas da internet. No entanto, é bem melhor seguir quem pensa como você, não é?

Assim, é possível evitar comparações desnecessárias, ter acesso a novas informações com relação ao movimento body positive, quebrar os conceitos induzidos pelos padrões de beleza e se sentir bem melhor consigo.

Qual é a importância do movimento body positive?

Depois de destacar como o body positive se associa à saúde física e ao autocuidado mental, é praticamente inegável a importância do movimento, certo? Colocá-lo em prática no seu ciclo social ajuda a aumentar a conscientização e a promover bons ideais entre as pessoas queridas.

Sem contar que o conceito ajuda a aproveitar o tempo em família sem comentários negativos sobre a aparência ou o jeito de ser dos parentes. Assim, é possível incentivar a autoaceitação e o empoderamento de cada pessoa.

Além disso, sem a neura dos padrões de beleza, é muito mais fácil se divertir onde você estiver. Ou seja, os impactos do movimento body positive conseguem ultrapassar apenas o estímulo à autoestima, promovendo muito mais qualidade de vida de modo geral para toda a família e amigos.

Gostou do post? Então, não se esqueça de assinar nossa newsletter para conferir mais conteúdos sobre saúde, bem-estar e qualidade de vida!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?