Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

Sem categoria 10 de agosto de 2021

Meditação mindfulness: como fazer e quais seus benefícios? Descubra

Meditação mindfulness: como fazer? Essa é uma prática que existe há mais de 2.500 anos, com origem budista, que está se tornando cada vez mais popular nos últimos anos. Basicamente, trata-se de uma atividade que traz ótimos resultados na regulação emocional e na saúde mental. Na tradução quase literal, “mindfulness” significa “atenção plena”. É isso […]

Meditação mindfulness: como fazer? Essa é uma prática que existe há mais de 2.500 anos, com origem budista, que está se tornando cada vez mais popular nos últimos anos. Basicamente, trata-se de uma atividade que traz ótimos resultados na regulação emocional e na saúde mental.

Na tradução quase literal, “mindfulness” significa “atenção plena”. É isso que esse tipo de meditação trabalha, ajudando a criar um maior equilíbrio emocional no dia a dia. Assim, é muito eficaz para combater o estresse.

O mais interessante é que o mindfulness pode ser feito em qualquer lugar, inclusive em casa, tornando-se uma ótima atividade para praticar durante o período de distanciamento social. Além disso, ajuda a eliminar os sentimentos negativos causados pela pandemia.

Quer saber como começar a praticar o mindfulness? Então, acompanhe este post e saiba mais sobre o assunto!

Como a meditação mindfulness funciona?

A técnica de meditação mindfulness diz respeito à criação do hábito de prestar mais atenção em sua volta. Desse modo, durante a prática, a ideia é se tornar mais consciente sobre o ambiente em que se está presente e, a partir disso, ter um maior controle dos pensamentos e dos sentimentos.

Atualmente, as rotinas têm se tornado cada vez mais aceleradas, o que traz mais dificuldades para que as pessoas possam desfrutar das pequenas coisas da vida, como o som de um pássaro, o movimento da própria respiração ou o ar fresco entrando pela janela.

Essa nova velocidade da sociedade tem contribuído muito para o surgimento de novos transtornos psicológicos, como a ansiedade, a depressão, a Síndrome de Burnout, o estresse crônico e vários outros problemas que afetam a mente e o corpo.

O mindfulness, por sua vez, chega com a proposta de retomar a consciência sobre o ambiente ao redor e desacelerar, sem precisar deixar de fazer o que é necessário. Ou seja, a meditação não busca ignorar a sua realidade, mas aprender a reconhecê-la e aceitá-la de uma melhor forma.

Como começar a praticar essa meditação em casa?

Gostou dessa ideia? Então, saiba como você pode começar a praticar essa meditação em casa. Lembre-se de que a ideia é ter mais consciência sobre a sua própria vida e o lugar que você ocupa no mundo.

Desse modo, desde o início, visualize essa atividade com o potencial que ela tem de abrir a sua mente para novos pontos de vista, indo além da sensação de relaxamento. A seguir, veja alguns passos fundamentais para começar a praticar esse tipo de meditação em casa!

Respire fundo

A respiração está fortemente ligada com as suas emoções. Por isso, quanto mais você presta atenção nos movimentos de seus pulmões, mais consegue compreender o que está sentindo. Ao mesmo tempo, conforme é possível controlar a entrada e saída de ar, torna-se mais fácil também ter mais controle sobre os sentimentos.

Sendo assim, escolha um espaço em sua casa no qual você possa parar por um determinado tempo, ficando confortável. Geralmente, é interessante se sentar em um local com a coluna reta.

No entanto, se ficar por muito tempo nessa posição trouxer desconfortos ou dores nas costas, é possível se deitar ou ficar em pé, desde que você se mantenha em vigília, sem pegar no sono.

Encontrando um espaço para permanecer sem se mexer por um determinado tempo, comece a observar o ritmo de sua respiração, sem precisar fazer nada mais. Apenas tenha consciência dos movimentos dos seus pulmões e, caso ajude, apoie uma mão no centro de sua barriga, para senti-la subindo e descendo conforme o ar entra e sai.

Sinta suas emoções 

Em seguida, quando já estiver confortável com a sua respiração, permita-se sentir as emoções que surgem. O ideal, nesse momento, é não ter nenhum tipo de atitude julgadora ou inibitória.

Deixe que as emoções, sejam elas negativas ou positivas, fluam. O seu papel, nessa hora, é observá-las, apenas. Isso permite que você tenha mais consciência sobre os seus sentimentos.

Novamente, tornar-se consciente sobre um determinado acontecimento é o primeiro passo para aprender a tomar o controle da situação. Dessa forma, deixe que uma coisa aconteça por vez, dentro do seu próprio tempo. O foco agora é apenas colocar a consciência sobre o que importa.

Elimine distrações

Estar em um lugar com poucas distrações ajuda você a se concentrar melhor na atividade e a ter mais resultados positivos. Desse modo, desligue a TV, coloque o celular no silencioso e tente ficar em um ambiente isolado das outras pessoas por alguns minutos.

Além disso, saiba que é muito comum se distrair na meditação, principalmente no começo. Inclusive, o objetivo é prestar atenção nos pensamentos, sentimentos e no que está acontecendo em sua volta. Ou seja, em nenhum momento a prática faz com que você deixe de pensar ou que sua mente fique totalmente vazia.

Sendo assim, é comum que você se lembre de algum problema da rotina que está pendente e que gera preocupação. No entanto, nesse momento, foque apenas em aceitar esse pensamento e voltar a se concentrar na sua respiração.

Caso esse tipo de pensamento cause distração e ansiedade, tenha sempre em mente que alguns minutos de meditação não vão prejudicar a sua rotina, nem impedir que o problema seja resolvido futuramente. Então, reserve esse tempo para cuidar apenas de você, deixando para resolver as pendências após o seu momento de mindfulness.

Conecte-se com a natureza 

Uma ideia muito interessante é praticar a meditação mindfulness em um ambiente aberto e em contato com a natureza. Sentir a grama, respirar um ar mais fresco, ouvir o som dos animais e do vento: tudo isso ajuda a se sentir melhor com a atividade.

Desse modo, se você tem um espaço em sua casa com plantas ou ao ar livre, escolha esse lugar para começar a meditar. Caso seja possível, uma dica é ir a um parque e encontrar um local mais distante das outras pessoas.

Quais são os benefícios da meditação mindfulness?

A meditação mindfulness é capaz de proporcionar diversos benefícios ao corpo e à mente, devido à sua proposta de ter mais consciência sobre si e sobre o mundo ao seu redor.

Desse modo, dentre os principais benefícios da prática regular do mindfulness, é possível citar:

  • diminuição do estresse no dia a dia;
  • redução da ansiedade e de seus sintomas;
  • controle dos sintomas da depressão;
  • aumento da autoestima e aceitação do próprio corpo;
  • melhora da atenção, disciplina e memória;
  • diminuição da insônia;
  • aumento da disposição no cotidiano;
  • empatia;
  • maior regulação emocional.

Agora que você já sabe o que é a meditação mindfulness, como fazer dessa prática uma rotina e quais são os benefícios que ela pode proporcionar, experimente dar início a essa atividade. Em pouco tempo, você desfruta de mais bem-estar e se torna mais autoconsciente.

Viu só como o mindfulness tem um forte papel no tratamento e na prevenção de transtornos psicológicos? Se quiser continuar se informando sobre o assunto, confira também o guia completo da saúde mental!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?